PUBLICIDADE

Resenha: Scars – “Predatory” (2020)

“Predatory” é o segundo full lenght da banda paulistana de Thrash Metal, “Scars”, que sucede “Devilgod Alliance”, debut completo, de 2008.

   

São doze anos de hiato, mas a espera terminou nos trazendo mais um bom disco.

A faixa título dá início a essa segunda jornada do Scars. “Predatory” é influenciada na velha escola norte-americana de Thrash Metal.

Regis F

Regis F, que é o vocalista original, faz seu primeiro full álbum com Scars, se impondo através da agressividade de seu vocal.

Sobretudo, a dupla de guitarristas, que é formada por Alex Zeraib e Thiago Oliveira, trabalha seus riffs de ataque e solos que caracterizam, demais, os anos oitenta.

“These Bloody Days”

“These Bloody Days” é bem mais acelerada que a canção de abertura, parecendo uma mescla homogênea de Slayer, Death Angel e Kreator, porém é tocada com uma pegada singular.

“Ancient Power”

“Ancient Power” passa por pequenos momentos mais lentos, sendo bem mais rápida na maior parte de sua duração e recheada de riffs que grudam na mente.

“Sad Darkness Of The Soul

“Sad Darkness Of The Soul” possui uma intro mais trabalhada, complexa e sombria, com ares de mistério, portanto, sendo mais cadenciada durante toda a sua duração.

“The Unsung Requiem”

O tema instrumental “The Unsung Requiem” trás uma bela exibição das guitarras, demonstrando muita competência técnica e feeling. Os instrumentais são sempre prazerosos capítulos a parte em álbuns de Rock e Metal.

Divulgação / Facebook / Instagram / SCARS

“Ghostly Shadows”

Conduzida por riffs simples e matadores, “Ghostly Shadows” chega para conquistar o seu espaço na audição.

Assim como “Sad Darkness Of The Soul”, ela é bem mais cadenciada, porém com alguns poucos instantes de aceleração.

   

O vocal de Regis F lembra, discretamente, Mile Petrozza, vocalista do Kreator, não só nessa faixa, mas em muitas delas.

“The 72 Faces Of God” mantém a fórmula sonora utilizada até o momento, sem maiores novidades, porém ela é uma boa faixa para a sequência da audição. Assim como os riffs e solos de “Beyond The Valley Of Despair”, somados as partes narradas por Regis F, são fantásticos. Afinal, essa canção deixa explícita a sonoridade da banda, a qual não é de difícil assimilação.

Reprodução / Facebook / Scars / REGIS F.

“Violent Show” não altera a receita tampouco, mas é notável que os ingredientes, os quais compõem a obra, se tornam mais agradáveis a cada nova canção curtida.

Scars deixou o acelerador de férias nas faixas anteriores mais recentes, mas só em “Armageddon” é que o ritmo volta a se apressar, trazendo o início do álbum pra mais perto de seu fim.

Um riff com ares mais épicos introduz a apoteótica “Silent Force”, faixa que tem as minhas guitarras preferidas no álbum, parece ser um apanhado geral de todos os elementos que foram, agradavelmente, utilizados em toda a composição da bolacha (ou seria biscoito?) sonora.

A banda, decididamente, aproveitou seu longo hiato para amadurecer a sua música e deixá-la mais acessível às mentes de adictos por Thrash, como por exemplo, eu (rs).

Thrash Metal nos deixou orgulhosos em 2020.

Aprovado e indicado para thrashers adictos.

Nota 8,6

Integrantes:

  • Alex Zeraib (guitarra)
  • Regis F. (vocal)
  • João Gobo (bateria)
  • Marcelo Mitché (baixo)
  • Thiago Oliveira (guitarra)

Faixas:

  • 1.Predatory
  • 2.These Bloody Days
  • 3.Ancient Power
  • 4.Sad Darkness Of The Soul
  • 5.The Unsung Requiem
  • 6.Ghostly Shadows
  • 7.The 72 Faces Of God
  • 8.Beyond The Valley Of Despair
  • 9.Violent Show
  • 10.Armageddon
  • 11.Silent Force
   

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

Quem é Mundo Metal?

Mundo Metal nasceu em 2013, através de uma reunião de amigos amantes do Rock e Metal. Com o objetivo de garimpar, informar e compartilhar todos os bons lançamentos, artistas promissores e tudo de melhor que acontece no mundo da música pesada.

Despretenciosamente, veio o grupo e depois a página no Facebook, aos poucos passamos a utilizar outras redes como Instagram e Youtube e, posteriormente, nosso site oficial veio a luz. Apesar de todas as dificuldades da vida cotidiana, nunca desistimos de nossos objetivos e, hoje, nosso site está em franca expansão.

Sejam muito bem-vindos a nossa casa e desejamos de coração que voltem sempre.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -