PUBLICIDADE

Resenha: Sacred Reich – “Awakening” (2019)

“Awakening” é somente o quinto full-lenght do Sacred Reich. A banda passou por um hiato de 23 anos, sendo o álbum “Heal” de 1996, o último lançamento antes do atual. Afirmo com toda a segurança que o retorno foi triunfal. Os deuses do Thrash Metal realmente abençoaram seus fãs em 2019.

   

A música homônima do álbum o abre na mais positiva vibração. Um típico Thrash Metal old school com a perfeição vocal de Phil Rind, que também é o baixista da banda. Um verdadeiro presente compensador para os fãs que esperaram mais de duas décadas por um novo registro.

“Divide & Conquer”

A faixa é sensacional. O disco já segue com a minha preferida, “Divide & Conquer”, que é uma das melhores canções do subgênero daquele ano.

O refrão é tão pegajoso que nem se eu quisesse, poderia esquecê-lo. Até meu filho, de apenas dois anos de idade, começou a bater cabeça desde sua cadeira, enquanto eu fazia uma das audições no carro.

Sobretudo, é fantástico presenciar um Thrash conquistando a ingenuidade de uma criança.

“Salvation”

Em seguida, “Salvation” segue fielmente a receita das anteriores, porém os ingredientes realçam cada vez mais o sabor. Thrash Metal continua sendo a lei e a ordem. Pois, os solos de guitarra proporcionam aquele tempero final que dá o toque de excentricidade ao paladar.

“Manifest Reality

Os riffs de “Manifest Reality” não parecem desse mundo. A canção, que é a mais acelerada do álbum até então, é pura violência sonora.

A variação de andamento para a entrada do refrão arrepia até os pelos internos da orelha. Acho que é desnecessário dizer o quanto me envolveu esse disco.

“Killing Machine”

“Killing Machine” roubou mais riffs mágicos da caixa de ferramentas do bruxo, pois não há explicação lógica pra tanta insanidade.

“Death Valley”

“Death Valley” foge completamente do padrão visto até esse ponto. A canção é longe de ser ruim, mas por ser um Hard/Heavy num contexto Thrash Metal de alto nível, a faixa, apesar de boa, acabou se isolando de maneira negativa.

Contudo, não comprometeu severamente a avaliação geral, mas vamos dizer, ela seria completamente dispensável.

“Revolution”

   

Em contrapartida, o Thrash volta de voadora na face em “Revolution”, que tem uma pitada de crossover. Inegavelmente, a faixa mais rápida do álbum.

Um direto no queixo para levar ao nocaute na lona.

Em resumo,o álbum se encerra com a canção “Something To Believe”, a qual é Heavy mais pro tradicional, que diferentemente de “Death Valley”, combina com a atmosfera pesada do disco.

Reprodução / Facebook / Sacred Reich

2019 foi o ano dos retornos. Possessed, Xentrix, Exhorder, Demons and Wizards, entre outros, anunciaram a sua volta e ou lançaram discos de qualidade inquestionável. Sacred Reich faz parte desse time, trazendo a tona um álbum que representa a grandeza do Thrash Metal da velha escola oitentista. Long Live Sacred Reich!

Nota: 8,7

Integrantes:

  • Phil Rind (vocal e baixo)
  • Wiley Arnett (guitarra)
  • Dave McClain (bateria)
  • Joey Radziwill (guitarra)

Faixas:

  • 1.Awakening
  • 2.Divide & Conquer
  • 3.Salvation
  • 4.Manifest Reality
  • 5.Killing Machine
  • 6.Death Valley
  • 7.Revolution
  • 8.Something To Believe

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

Quem é Mundo Metal?

Mundo Metal nasceu em 2013, através de uma reunião de amigos amantes do Rock e Metal. Com o objetivo de garimpar, informar e compartilhar todos os bons lançamentos, artistas promissores e tudo de melhor que acontece no mundo da música pesada.

   

Despretenciosamente, veio o grupo e depois a página no Facebook, aos poucos passamos a utilizar outras redes como Instagram e Youtube e, posteriormente, nosso site oficial veio a luz. Apesar de todas as dificuldades da vida cotidiana, nunca desistimos de nossos objetivos e, hoje, nosso site está em franca expansão.

Sejam muito bem-vindos a nossa casa e desejamos de coração que voltem sempre.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -