Indicação: Metal Inquisitor- “Panopticon” (2019)

PUBLICIDADE

Após um hiato de cinco anos, a banda alemã de Heavy Metal, Metal Inquisitor, a qual foi fundada em 1998 na cidade de Koblenz, lançou seu quinto full-lenght, “Panopticon”, pelo selo Massacre Records. Heavy Metal simples e direto e uma leve semelhança do timbre do vocalista El Rojo com o de Biff Byford fazem com que o ouvinte identifique a influência do Metal Inquisitor em Saxon nas primeiras impressões. Porém, com o passar das audições, pode-se notar que além de Saxon, eles têm influências em Iron Maiden, Judas Priest, Accept e muitas outras sonoridades do Heavy 80’s.

O álbum abre com a canção “Free Fire Zone”, a qual remete aos momentos dourados da década de 80. Se houvesse uma definição de Heavy Metal 100% puro, essa música se encaixaria perfeitamente. “Change Of Front” reforça o que eu disse na faixa anterior. Heavy Metal sendo simplesmente Heavy Metal. Embora seja uma banda alemã, o som do Metal Inquisitor é quase que totalmente influenciado nas bandas britânicas do NWOBHM, a canção “Beyond Nightmares” é a prova irrefutável disso. “Trial By Combat” soa como os primeiros registros do Iron Maiden (Paul D’ianno Era), principalmente, em sua parte instrumental.

“Shock Tactics” dá início a segunda e melhor metade do álbum. Uma canção altamente energética que serve de preparação para o melhor que está por vir a seguir. “Re-Sworn The Oath” é o ponto mais alto do “Panopticon”, pois além de muito empolgante, ela resume em uma única faixa toda a qualidade musical do Metal Inquisitor. São 7min46s de variações rítmicas, vocais com melodias bem encaixadas e riffs estonteantes. Seria desnecessário dizer que ela é a minha canção favorita do álbum, mas me parece que as faixas anteriores foram somente uma preparação para ela. “Scent Of Fear” é a confirmação de que houve uma subida de degraus a partir de “Shock Tactics”, pois até “Trial By Combat” parecia que o álbum já estava completamente explícito, mas tudo se tornou ainda melhor.

Divulgação / METAL INQUISITOR

“War Of The Priests” começa com um riff tão excitante que é capaz de ressuscitar os mortos das sepulturas. Um refrão que não soa comercial e tampouco piegas, mas gruda na mente logo nos primeiros contatos que se tem com a canção. “Discipline And Punish” fecha o álbum com a mesma fórmula que ele começou. Heavy clássico, simples, violento, direto e sem nenhuma inovação sonora, mas que conquista e apaixona a todos os apreciadores do estilo. Àqueles que já são fãs da banda digo que apesar desse disco não ser um novo “Doomsday for the Heretic”, não deixa de ser excelente. Se você não tem inovação como exigência para curtir Metal, mas sim feeling e qualidade musical, a audição do “Panopcticon” do Metal Inquisitor é a indicação para a sua play list nesse final de semana e em todos os posteriores.

Ouça alto e sem moderação.

Nota: Recentemente, Metal Inquisitor anunciou o encerramento de suas atividades. De coração, nós do Mundo Metal esperamos que eles voltem um dia e o mais breve possível.

Nota: 8,8

Integrantes:

  • Blumi (guitarra)
  • El Rojo (vocal)
  • Havoc (bateria)
  • T.P (guitarra)
  • Cliff Bubenheim (baixo)

Faixas:

  1. Free Fire Zone
  2. Change Of Front
  3. Beyond Nightmares
  4. Trial By Combat
  5. Shock Tactics
  6. Re-Sworn The Oath
  7. Scent Of Fear
  8. War Of The Priests
  9. Discipline And Punish

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
164SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Mais Acessadas

Últimas Publicações