PUBLICIDADE

Iced Earth/Blind Guardian: “merece uma segunda chance”, diz Hansi Kursh sobre Jon Schaffer

Durante uma nova entrevista concedida ao The Jasta Show, podcast encabeçado por Jamey Jasta (Hatebreed), o vocalista do Blind Guardian, Hansi Kursh, foi questionado se ele teve notícias de Jon Schaffer nos últimos meses. E, após ouvir uma argumentação de Jasta sobre “todo mundo merecer uma segunda chance”, respondeu o seguinte:

   

“Bem, eu concordo. Ele certamente merece uma segunda chance. Essa é a mensagem principal que deve ser divulgada em geral. E fora isso, ele está enfrentando suas provações. Então, é uma situação muito aberta em que ele se encontra. E, sim, deixe-o se expressar primeiro antes que alguém diga algo sobre isso.”

Questionado sobre uma possibilidade de Jon Schaffer excursionar e trabalhar novamente com o Iced Earth, se os promotores e agentes europeus estariam dispostos a contratá-los, o cantor do Blind Guardian preferiu o pragmatismo:

“Hum, não tenho ideia. Realmente não tenho ideia. Não falei com ninguém e isso basicamente isso não é da minha conta.”

A colaboração musical que os dois músicos tinham, o Demons & Wizards, portanto, foi encerrada. Assim que o escândalo envolvendo Jon Schaffer e a invasão ao capitólio americano foi comprovada, Hansi explicou o seu posicionamento:

“Eu notifiquei Jon e a Century Media na segunda-feira que estava deixando o projeto Demons & Wizards com efeito imediato. Minha colaboração com Jon no Demons & Wizards acabou.”

Photo: Roberto Schmidt/AFP via Getty Images

Em dezembro de 2022, posto que o assunto não tem mais tanta evidência, Hansi disse em uma entrevista concedida ao Metal Hammer:

“É um caso aberto. Acredito que Jon merece o direito de se expressar, de explicar seu lado. E não gostaríamos de interferir nisso.”

É sabido que os dois músicos possuem uma amizade de longa data. Em 2019, Hansi concedeu uma entrevista ao The Greene Room Magazine e explicou o seguinte sobre o começo do Demons & Wizards:

“Tudo começou com uma amizade. Jon e eu nos conhecemos em 1991, quando fizemos uma turnê em conjunto com Iced Earth e Blind Guardian, e uma amizade imediata aconteceu porque éramos parecidos em muitos aspectos, irmãos espirituais desde o início. E isso vale para nós dois, mas também para as duas bandas em geral. Nós nos divertimos muito e desde então, estabelecemos uma amizade muito próxima. Nem estávamos conversando sobre fazer música juntos. Por alguma razão, mais ou menos sete anos depois, Jon veio me visitar e tivemos uma manhã de ressaca, ele começou a cantarolar e pensamos: ‘bem, essa pode ser uma melodia assustadora para trabalhar, vamos para a sala de ensaio do Blind Guardian tentar fazer algo com ela.’ Então a chamamos de música em um curto espaço de tempo, talvez fossem três, quatro horas. Essa música era ‘My Last Sunrise’, que acabou no primeiro álbum, nós simplesmente reconhecemos que não havia apenas uma amizade, mas uma forte química espiritual e criativa entre nós dois. Dissemos: ‘podemos querer usar isso mais tarde, por qualquer motivo ou propósito.’ Pensamos um pouco sobre isso e então dissemos: ‘bem, vamos usar essa criatividade e fazer um álbum’. Então começamos a trabalhar no Demons & Wizards.”

Reprodução/Youtube

Já Jon Schaffer fez o seguinte relato em uma entrevista concedida ao Myglobalmind em 2020:

“Este é, antes de mais nada, um exercício de fraternidade. Hansi e eu éramos amigos muito queridos antes de percebermos que poderíamos escrever músicas juntos. Escrever juntos realmente aconteceu por acidente. Quando aconteceu, a próxima pergunta foi: o que somos? O que vamos fazer com isso? A primeira música que escrevemos foi ‘My Last Sunrise’ e foi a última música do primeiro álbum do Demons. Inicialmente, conversamos sobre Blind Guardian e Iced Earth, cada um fazendo uma versão, mas em algum momento, eu apenas disse a Hansi: ‘vamos seguir fazendo nossas próprias coisas e escrever muito mais juntos.’ Sempre foi uma questão de diversão e passar tempo juntos, mas nós mantemos a pressão sobre nós mesmos para entregar algo que nos deixava felizes. Nove em cada dez vezes, os fãs concordarão. É tudo uma questão de satisfação como artista. Depois deixamos os dados rolarem.”

É nítido que ambos tinham uma amizade bastante sólida e, em virtude de terem até mesmo uma banda juntos, ficamos surpresos quando Hansi se posicionou daquela maneira simplesmente anunciando que estava deixando imediatamente o Demons & Wizards. Mas no final das contas, após algum tempo, era um tanto quanto óbvio que ele iria defender uma “segunda chance” ou algo parecido a Jon.

E vocês, o que pensam sobre este assunto. Deixem suas opiniões no espaço destinado aos comentários!

PUBLICIDADE

Comentários

  1. Sou fã do projeto DEMONS & WIZARDS, melhor do que a banda Iced Earth…na minha opinião!!!! Conheço pessoas que depois dessas últimas eleições se focaram muito na política e para não ter discussão ou briga, evitamos em falar sobre política!!!! Na minha opinião, sobre a política brasileira…não existe essa de esquerda e direita, é tudo farinha do mesmo saco!!!! Valeu!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -