PUBLICIDADE

Helloween: “com Michael Kiske, eu encontrei uma amizade que vou levar para a vida”, diz Andi deris

Andi Deris, um dos vocalistas do Helloween, cedeu uma entrevista à rádio Telon de Acero do Equador e contou de que forma a banda conseguiu o que seria praticamente improvável de acontecer, ao reunir Michael Kiske (vocal) e Kai Hansen (vocal/guitarra) com Andi Deris, além de Michael Weikath (guitarra), Sascha Gerstner (guitarra), Markus Grosskopf (baixo) e Daniel Löble (bateria).

   

“Posso dizer que Michael e Kai são amigos agora. Eu não os conhecia, na verdade antes de nos reunirmos para discutir seu retorno ao Helloween. [Risos] No começo, era… Para ser honesto, eu não sabia o que esperar. Eu não conhecia Kai , eu não conhecia Michael, e nós apenas nos sentamos ao redor da grande mesa redonda e todo mundo estava cheirando a bunda um do outro, como cachorros. Mas, ei, nós gostamos um do outro. Então nós estávamos com medo de que isso fosse algo como no começo você sente que é um cara legal e depois que você trabalha com ele, você acha que é um idiota, ou algo assim. Então você nunca sabe. Então, com o tempo, aprendemos a nos respeitar muito e a gostar um do outro. E eu posso dizer com Michael Kiske, eu encontrei definitivamente uma amizade que vou levar para a minha vida. E nós dois estamos um pouco bravos por não termos nos conhecido antes, porque dois cantores que tocam no mesmo ritmo poderiam ter sido uma grande coisa na minha vida nos últimos 20 anos. Então, estou feliz por tê-lo agora. E posso dizer isso porque vocês sabem que não sou gay. [Risos]”

Ele continuou:

“Há sete abóboras, e cada abóbora é um personagem. E cada dia é diferente. Porque nós somos personagens tão, eu acho, superloucos que a cada dia há outra história acontecendo. Então é algo que você pode ficar empolgado e você espera o que vai acontecer a seguir, você nunca sabe nesta banda, mas porque eu acho que todos pelo menos se gostam e se respeitam, eu acho que isso é algo que você… Quando não estamos fazendo música, você provavelmente vai olhar para trás naquele tempo e dizer que este foi o melhor momento da minha vida, porque foi emocionante e todos os dias algo diferente estava acontecendo.

Um mês de turnê com o HELLOWEEN é como um ano [risos] – tantas coisas acontecem e tantas conversas que temos”, acrescentou Andi . “Então, sim, é muito bom estar junto com os caras por causa disso. Não é uma coisa chata acontecendo. Quero dizer, olhe para Markus – Markus é um animal festeiro, nosso baixista. Não estou rindo pra caramba porque ele é tão louco. Então você tem o Kai. Ele sempre tem uma surpresa. E você fica tipo, ‘Oh meu Deus.’ Ou você diz, ‘Woo hoo hoo’, ou qualquer outra coisa. Há muitas pessoas malucas na banda. Eu só me pergunto se isso funciona.”

O último álbum do Helloween foi o seu autointitulado lançado em junho de 2021.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -