PUBLICIDADE

Há 4 anos, perdíamos Malcolm Young, a alma do AC/DC

Apesar dos holofotes sempre estarem voltados para Angus ou algum dos excepcionais vocalistas que a banda possuiu ao longo das décadas, Malcolm Young sempre foi a força motriz que moveu o AC/DC desde o começo.

Nascido em 6 de janeiro de 1953, o escocês naturalizado australiano fundou o AC/DC juntamente com seu irmão mais novo, Angus. Malcolm foi o mentor, o líder e o compositor de todas as composições da banda ao lado de Angus e dos vocalistas Bon Scott/Brian Johnson. A grande maioria dos riffs do AC/DC também foram de sua autoria, incluindo o mais famoso deles, “Back In Black”.

   

O irmão mais velho dos Young era um cara de negócios, um visionário e o responsável pelas grandes decisões que envolviam os rockers australianos. Quando foi diagnosticado com demência e precisou ser afastado de seu posto, foi um choque para todos os envolvidos direta e indiretamente com a banda.

Photo by Bob King/Redferns

Em 18 de novembro de 2017, Angus falando em nome de todos os integrantes, usou as redes oficiais do AC/DC para comunicar os fãs sobre o falecimento de seu querido irmão, aos 64 anos. A nota em questão, apesar de triste, é muito bonita e você pode ler abaixo a sua transcrição.

“Hoje é com profunda e sincera tristeza que o AC/DC tem que anunciar o falecimento de Malcolm Young.
Malcolm, juntamente com Angus, foi o fundador e criador do AC/DC.
Com enorme dedicação e compromisso, ele foi a força motriz por trás da banda.
Como guitarrista, compositor e visionário, ele era um homem perfeccionista e único.
Ele sempre pegou suas armas e fez e disse exatamente o que queria.
Ele ficou orgulhoso de tudo o que ele tentou.
Sua lealdade aos fãs foi insuperável.
Como seu irmão é difícil expressar em palavras o que ele significou para mim durante minha vida, o vínculo que tivemos foi único e muito especial.
Ele deixa para trás um enorme legado que viverá para sempre.
Malcolm, seu trabalho foi bem feito.”

Reprodução

Muito se questionou se o AC/DC seguiria em frente sem Malcolm. E a resposta como todos vocês sabem foi sim. Geordie Young, irmão de Malcolm e Angus assumiu a guitarra rítmica desde então e no mais novo disco de estúdio do grupo, o excelente “PowerUp”, Malcolm está mais presente do que nunca. Todas as faixas do novo disco foram compostas por ele e Angus no decorrer dos anos e usadas somente agora.

Obrigado Malcolm, seus riffs, suas músicas e sua liderança foram imprescindíveis para que o AC/DC fizesse história. Seu legado é infinito!

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
236SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -