PUBLICIDADE

GARIMPO MUNDO METAL: HAZZERD

Mundo Metal apresenta: Hazzerd

   

Antes de mais nada, criamos este quadro para você que não se contenta com o óbvio. Ele foi feito para todo aquele que, apesar de amar os medalhões, sabe que são as bandas menores que precisam de mais atenção. E quer algo melhor do que começar as suas garimpagens à partir das nossas garimpagens?

Seja bem vindo ao GARIMPO MUNDO METAL.

A partir de hoje, suas audições vão ficar muito mais interessantes. Nós garantimos.

Hazzerd

A banda de Thrash Metal, Hazzerd, iniciou sua história da cidade de Calgary, no Canadá, em 2013, a princípio como Forsaken. Ainda no mesmo ano, o nome mudou primeiro para Hazard X e depois, finalmente, para Hazzerd. O primeiro registro oficial, o EP “Victimize the Innocent”, viria logo depois, em 2014.

“Victimize the Innocent” (2014)

Em setembro de 2014, chegou o EP “Victimize the Innocent”, trazendo 27m05s de pura pancadaria sonora, com um Thrash Metal que é, ao mesmo tempo, técnico e dilacerador.

Desde que iniciou sua discografia, Hazzerd se destaca nos riffs e solos de guitarra, além do vocal poderoso de Dylan Westendorp, que também é baterista. Apesar de ter uma qualidade de gravação abaixo dos demais registros, a produção não compromete a obra e o EP “Victimize the Innocent” não deixa a desejar.

“Misleading Evil” (2017)

Três anos depois do EP, finalmente, saiu o debut completo, “Misleading Evil”. Todas as ponderações anteriores que fizemos sobre o EP servem também para o primeiro full lenght, salvo a produção, que é ligeiramente melhor.

Hazzerd continuou trabalhando o seu instrumental da mesma forma, inclusive podemos dizer que os músicos se superaram em suas performances individuais. O baixo de David Sprague aparece destruidor pela primeira vez, desse modo, dando a sonoridade ainda mais intensidade.

Destacamos o tema instrumental “Misleading Evil”, o qual batiza o registro, pois ele é um verdadeiro recital de violência sonora.

“Delirium” (2020)

Em 2020, chegou o segundo full lenght, “Delirium”, que por enquanto é o melhor lançamento do Hazzerd. Todos os excelentes elementos dos dois primeiros registros estão, igualmente, presentes aqui. No entanto, as canções do álbum “Delirium” são ainda mais marcantes, fazendo dele, um dos melhores lançamento do subgênero daquele ano no qual o mundo vivia a pandemia.

   

Todas as canções são excelentes, mas temos o dever de destacar algumas delas: “Sacrifice Them (In the Name of God)”, “A Tormented Reality”, “Victim of a Desperate Mind”, assim como o tema instrumental: “Call of the Void”.

Desde então, aguardamos por notícias do terceiro full lenght do quarteto canadense, mas não há nenhuma divulgação a respeito até o atual momento. Esperamos que o novo full lenght não demore muito a sair, pois esperamos receber mais Thrash Metal de absoluta qualidade.

Atualmente, o line do Hazzerd conta com os seguintes músicos:

Dylan Westendorp (vocal e bateria), Toryin Schadlich (guitarra), Nick Schwartz (guitarra) e David Sprague (baixo).

Garimpeiro da vez: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -