PUBLICIDADE

Exodus: Gary Holt diz o que pensa sobre a cultura do ‘clickbait’

Em uma nova entrevista ao Chaoszine da Finlândia, o guitarrista do Exodus, Gary Holt, condenou os jornalistas que se utilizam do famoso clickbait para ganhar acessos. O termo inclusive é o nome de uma das faixas do novo disco da banda, o excelente ‘Persona Non Grata’. Gary disse o seguinte:

“Tudo o que você lê, hoje em dia, é clickbait. É muito raro que uma manchete seja realmente o que seu título indica. Quase sempre o título usado é totalmente tirado do contexto. Especialmente na política – tudo é projetado para fazer você clicar naquela matéria, porque é assim que eles estão gerando sua renda e seu dinheiro. Eles não se importam se você lê, eles só querem que você clique no link. E às vezes eles têm que atrair você para dentro – é como lançar uma isca em uma armadilha.”

Gary respondeu se mudou a maneira como ele responde perguntas em entrevistas justamente para não ser vítima dessa cultura do clickbait:

   

“Eu tento. O engraçado é que eu tento. Mas uma coisa que se perde na entrevista impressa é o fator humano. Você e eu podemos conversar agora e eu posso dizer algo e então há uma grande risada no final, mas você lê sem a risada, sem o sorriso, sem a reação humana, e o que você disse fica muito estático e direto. O resultado é totalmente diferente. Se todos assistissem a cada entrevista como um vídeo, você teria uma impressão completamente diferente às vezes do que foi dito. É apenas um aborrecimento. Para onde quer que você olhe, há uma manchete que roubou um pequeno fragmento da verdade de tudo o que foi dito, e então é completamente ampliado e jogado fora de todo o contexto para atrair o espectador, que vai clicar no link e gerar renda para o autor da matéria. Na política, tudo é gerado em cima da merda de clickbait. E não sou um cara de notícias falsas. Sou um liberal centrista. E você olha a merda das manchetes, especialmente agora, sempre que o presidente Joe Biden tropeça em uma palavra, eles o fazem parecer senil. E antes dele, também passei quatro anos observando um homem tropeçar em cada porra de palavra que dizia.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
221SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações