Def Leppard: Rick Allen relembra acidente em que perdeu o braço esquerdo

PUBLICIDADE

O baterista do Def Leppard, Rick Allen, cedeu uma entrevista ao jornalista Jim Clash da Forbes e nós separamos alguns trechos em que Allen relembra o trágico acidente de carro de 1984 que o fez perder seu braço esquerdo. Confira!

Jim Clash: a maioria das pessoas com quatro membros não conseguem atingir seu nível profissional. Como você faz isso com apenas três?

Allen: “o que despertou minha paixão em primeiro lugar foi um kit de bateria de verdade. Sem interruptores para ligar, sem tecnologia. É uma gratificação imediata e instantânea. Considerando que o kit de bateria eletrônica tem muito mais pontos adaptáveis por trás dele. Eu consegui para colocar as coisas no kit em diferentes lugares. Eu poderia colocar um bumbo onde pudesse tocá-lo com minha mão direita. Eu poderia agrupar baterias em meus pedais que foram arranjados para tocar vários sons diferentes ao mesmo tempo. Então, havia todas essas formas de ter este kit de bateria híbrido. Isso me fez pensar fora da caixa, não me atrapalhar na colocação tradicional de bateria, mas realmente ser capaz de ultrapassar os limites.”

Jim Clash: deve ter sido reconfortante saber que seus companheiros de banda estavam dispostos a lhe dar tempo para se recuperar após o acidente.

Allen: “eu não acho que as pessoas realmente entenderam o que eu estava passando, meu nível de sofrimento. Eu tendia a pintar um quadro rosado, agir como se tudo estivesse bem. Se eu fizesse isso, tudo ficaria bem. Com 21 anos, não estava no meu radar estar nesta situação. Eu ainda estava cheio de sonhos, e com toneladas e toneladas de energia. Ter um acidente de carro, principalmente um que me arrancou um braço, era algo totalmente inimaginável. A coisa mais importante que os rapazes fizeram foi dar-me tempo para decidir se queria continuar a tocar ou não. O tempo que deram pra mim mesmo e para tocar e tocar e tocar e tocar, foi muito valioso. Por fim, foi minha decisão. Lembro-me de dizer, anos atrás, que não era como se eu pudesse consultar um livro chamado “Bateristas com um só braço” (risos). Tudo o que fiz, tive de descobrir por mim mesmo.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
151SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações