PUBLICIDADE

David Ellefson baixou o preço de seus vídeos privativos, você teria coragem de comprar?

O baixista David Ellefson está trilhando um caminho perigoso desde que foi demitido do Megadeth, em maio deste ano. Ao invés de focar em projetos musicais, fixar-se como membro efetivo de uma banda ou montar ele mesmo uma, o músico tem aparecido recorrentemente na mídia especializada para falar sobre o escândalo sexual que vivenciou, dar alfinetadas no líder do Megadeth, Dave Mustaine, ou emitir opiniões infelizes como no episódio em que disse saber como Jesus Cristo se sentiu.

O fato é que o The Lucid, grupo ao qual tentou promover assim que se viu fora do Megadeth, não caiu no gosto do fã de Rock/Metal em geral e suas contribuições com outros nomes de respeito e prestígio na cena Metal também diminuíram. Quando o músico percebeu que as cosas mudaram e que seria difícil se manter em evidência estando fora de uma banda mainstream e após ter se envolvido em um escândalo sexual, ele começou a ser o arroz de festa dos podcasts.

   

Ellefson também passou a usar a plataforma Cameo para vender mensagens privativas pessoais em vídeo. No Cameo, personalidades/celebridades vendem esse tipo de vídeo privativo com mensagens motivadoras ou fazendo algum tipo de merchandising que a pessoa que pagou pelo vídeo irá usar para promover seu business. Acontece que temos um problema aqui, pois temos uma pessoa que está com a reputação manchada, não para de falar no assunto e precisa vender mensagens pessoais ou publicitárias, mas quem teria coragem de usar um vídeo do baixista como marketing neste momento? Quem compraria um vídeo privado de autoajuda de um cara que claramente precisa ajudar a si próprio?

O resultado de todas estas ações é que Ellefson baixou o preço das tais mensagens. Há quem diga que é algum tipo de promoção pensando na Black Friday, mas a realidade é que Ellefson precisa parar de falar do Megadeth, precisa parar de explorar o assunto do escândalo e, mais do que qualquer outra coisa, precisa voltar a fazer o que sabe melhor: tocar baixo. De preferência em uma banda sólida e que o estabilize.

E vocês, teriam coragem de usar um vídeo de David Ellefson como publicidade para sua empresa? Comprariam um vídeo privativo com uma mensagem de autoajuda do baixista?

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
222SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações