PUBLICIDADE

Cradle Of Filth: “grato por aquilo ter sido excluído, parecia Death europeu com teclados e coros”, diz Dani sobre primeiro disco

Dani Filth, vocalista da banda de Black Metal britânica, Cradle of Filth, cedeu uma nova entrevista a Metal Hammer. Dentre os assuntos tratados, ele foi questionado sobre o primeiro álbum deles ter sido apagado quando o selo fechou, sobre isso, Dani respondeu:

“Estou grato por ter sido excluído. Parecia o antigo The Gathering ou Therion, Death Metal europeu com teclados e coros. Foi muito bom, mas se tivesse sido divulgado, estaríamos vinculados a esse selo horrível. Foi sacanagem na época, mas foi uma das melhores coisas que poderia ter acontecido conosco.”

Rerodução/Facebook

Sobre fazer parte do Metal extremo europeu, ele disse:

   

“Estávamos bem no meio disso. Logo no início fomos a Portugal pela primeira vez no exterior e encabeçamos um festival com Hypocrisy e Moonspell; começou a partir daí. Eu já estava negociando fitas com Euronymous (co-fundador da Mayhem) e caras do Impaled Nazarene, Magus of Necromantia – um monte de gente, porque você tinha que fazer isso naquela época. Foi assim que migramos para o lado Black Metal.”

Se ele se sentiu motivo de gozação na cena extrema:

“Nem na Grã-Bretanha e nem em qualquer outro lugar. No entanto, sempre foi assim, especialmente no jornalismo britânico – eles montaram uma banda e disseram ‘olha o que encontramos!’ mas também querem ser as pessoas que irão atirar em você. Eles fazem isso com todos – A, The Darkness … é um padrão de segurança. Você sente uma completa sensação de traição sobre isso, especialmente quando você não faz nada para merecer.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
223SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações