PUBLICIDADE

Clássicos: Girlschool – “Hit & Run” (1981)

“Hit And Run” é o segundo álbum completo da banda britânica de Heavy Metal, Girlschool, o qual foi lançado no dia 20 de abril de 1981 pelo mítico selo Bronze Records (Uriah Heep, Motörhead) e completará quatro décadas no próximo mês, estando entre os discos considerados clássicos do quarteto feminino, juntamente, com “Demolition” (1980), “Screaming Blue Murder” (1982) e “Play Dirty” (1983).

GIRLSCHOOL / Reprodução / Facebook

Nada melhor do que a Semana Especial das Mulheres para falarmos um pouco da participação delas no NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal). Embora a banda tenha nascido em 1975 com o nome de Painted Lady, e mudado para Girlschool em 1978, foi junto com a ascensão da nova onda britânica do Heavy Metal que a “Escola das Garotas” apareceu e mostrou o seu valor musical. Por sua sonoridade ser crua, simples e direta, foram apelidadas na época de o “Motörhead” de saias. Sim, o Motörhead as ajudou em seu início de carreira e, posteriormente, o Slade também o fez, mas a Girlschool só conseguiu destaque graças ao talento e a competência de suas musicistas. Essas meninas, que hoje são senhoras ainda com espírito de meninas, estão entre as pioneiras, que mostraram ao mundo todo que Heavy Metal também é coisa de garotas. Elas se encheram de couro, de atitude e jamais se intimidaram.

   

Bom, falando do álbum, ele abre com uma das canções clássicas da banda. Alguém que consiga permanecer indiferente ao escutar “C’mon Let’s Go”, deve checar os sinais vitais, imediatamente.

“ Vamos lá! Acelerando na estrada (da vida) / Deixe a vida lenta passar por nós / (Caminhe) outra milha (no) outro dia / Tenhamos um pouco de ação em nossas vidas / Estamos no caminho / Vivendo para o presente / Vamos, vamos (vamos lá!)”.

Essa é só uma das faixas desse disco que está entre as minhas preferidas do NWOBHM. Kim McAuliffe era vocalista e segurava as bases de guitarra; A saudosa Kelly Johnson também cantava e detonava nos solos a sua maneira; a cozinha da baixista Enid Williams e da baterista Denise Dufort funcionava de forma precisa.

“The Hunter” é um legítimo Heavy Metal tradicional que dá sequência ao álbum. A faixa é bem mais cadenciada que a anterior, porém tem muita intensidade na execução dos seus riffs. “(I’m Your) Victim” mescla Heavy com uma pegada Punk Rock e essa mistura funciona muito bem nesse caso. Kelly Johnson demonstra muito feeling em seus solos o que torna cada um deles muito agradável. Outra clássica do full lenght vem logo em seguida. “Kick It Down” lembra muito Motörhead na parte instrumental e o conjunto de vocais de Kim, Kelly e Enid era o charme especial da Girlschool.

“Following The Crowd” é desacelerada em relação a sua antecessora e muito mais melodiosa na maior parte do tempo. O baixo de Enid faz os autofalantes pulsarem. Injustamente, essa não se tornou clássica da banda.

O cover de Tush da banda norte-americana de Southern Hard Rock, ZZ Top, é mais um dos melhores momentos do disco. Além das garotas terem sido avassaladoras tocando suas próprias canções, elas também eram na interpretação de temas de outras bandas. Tush do ZZ Top foi somente um dos exemplos, elas também gravaram lindas versões de “Bomber” do Motörhead, “Fox On The Run” do Sweet, “Race With The Devil” do Gun, Burning In The Heat Of Love” e “High And Dry” do Slade, entre outras.

Chegou a hora de falar da faixa título. “Hit And Run” está no meu TOP 10 do NWOBHM. Essa faixa para mim é de algum universo paralelo. A voz de Kelly Johnson se encaixa divinamente na canção. O refrão é fortíssimo, só perdendo para as envolventes estrofes.

“Mas eu sei (que estou) melhor agora / Eu encontrei outro jeito (de ver e realizar as coisas) / O que eu sei com certeza / É que vou viver para o presente / Diga adeus aos tempos ruins / Agora sou livre para seguir o meu caminho”.

Essa música e essa letra são perfeitas. Sabe aquelas composições que parecem ter sido feitas pra você. “Hit And Run” me ajudou a encarar o mundo de outra forma em inúmeras oportunidades. Eu observei a performance da Kelly várias vezes nesse clipe, ela me passa a imagem de uma mulher plena e que está no lugar exato do mundo onde ela queria estar. Sem nenhum tipo de ideologia e nem militância, só Heavy Metal feminino para fazer marmanjos ( e marmanjas) baterem cabeça, excitadamente.

Girlschool / Reprodução

“Watch Your Step” começa parecida com “C’mon Let’s Go”. A bateria de Denise Dufort puxa um ritmo acelerado e os riffs de guitarra dão a sonoridade um sútil toque de Speed Metal, assim como também ocorre em “C’mon Let’s Go”, só que a primeira emplacou e essa não. Na sequência temos a mais cadenciada do disco, “Back To Start”. Destaque para o som absurdo do baixo de Enid Williams, esse com certeza foi o melhor momento dela no registro. Uma canção que equilibra Hard Rock e Heavy Metal em uma frequência única, algo mais conhecido como Hard’N’Heavy.

Agora chegou a vez da quarta e última faixa clássica do disco, “Yeah Right”, a qual também tem vídeo clipe, é a minha segunda favorita do disco. Os vocais nela ficam por conta de Kim McAuliffe, que também da um show do verdadeiro poder, talento e competência feminina.

“E não se esqueça, não venha tarde demais de novo esta noite / sim, certo / Estou avisando / sim certo / E não beba muito / OKAY, CERTO!“

Não, mulheres são livres e não tem que obedecer a ordens. Girlschool foi um exemplo feminino de que mulheres fazem o que quiserem e bem feito, se quiserem.

O encerramento se dá com a canção “Future Flash”. Ela tem os riffs mais pesados do álbum. Kim e Kelly revisam o vocal principal e resultado final fica bom demais. Um faixa de alto nível para fechar um disco de alto nível da “Escola das Garotas” que colocava muita banda de marmanjos no chinelo.

Se vocês já conheciam Girlschool, já têm ciência de tudo o que eu falei, se ainda não, precisam urgentemente conhecer o poder feminino no Heavy Metal.

Nota: 9,0

Integrantes:

  • Kim McAuliffe (vocal e guitarra)
  • Kelly Johnson (vocal e guitarra)
  • Denise Dufort (bateria)
  • Enid Williams (baixo e vocal)

Faixas:

  • 1.C’mon Let’s Go
  • 2.The Hunter
  • 3.(I’m Your) Victim
  • 4.Kick It Down
  • 5.Following The Crowd
  • 6.Tush (ZZ Top Cover)
  • 7.Hit And Run
  • 8.Watch Your Step
  • 9.Back To Start
  • 10.Yeah Right
  • 11.Future Flash

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
221SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações