PUBLICIDADE

Clássico: Immolation – “Close To A World Below” (2000)

Uma das grandes forças do Metal Extremo, o Immolation têm se fortalecido em seus mais de trinta anos dedicados a um Death Metal incomparável. Lançando álbum após álbum numa consistência que poucos conseguem manter, até mesmo para outras bandas longevas. Em 2000, o quarteto lançou o que muitos consideram sua obra-prima. Intitulado “Close To A World Below”, logo de cara traz uma capa que chama a atenção. Almas torturadas e atormentadas em toda parte por demônios envoltos em chamas infernais e um grande crucifixo no centro. Desde a forte introdução da abertura da estúpida “Higher Coward”, até os riffs finais da faixa-título, este álbum é impiedoso do início ao fim.

Em vez de passar pelo álbum música por música, decidi simplesmente focar em algumas faixas que se destacaram entre as demais. Agora, isso não quer dizer que haja alguma música ruim no álbum, não, esse não é o caso por aqui. O álbum está repleto de riffs excelentes fornecidos por Thomas Wilkinson e Robert Vigna, temos também a poderosa bateria de Alex Hernandez e um bom som de baixo fornecido por Ross Dolan, que também lida com os vocais.

   

“Higher Coward” inicia a pancadaria com uma introdução lenta que te prepara para a surra que está prestes a receber. Como declarado, as coisas começam um tanto lentas e vão se enfurecendo mais e mais. Mas não tenha dúvida, a música atinge força total, onde o excelente baterista Alex Hernandez massacra os bumbos, e a dupla de guitarristas Robert Vigna e Tom Wilkinson despejam os característicos riffs dissonantes (marca registrada do Immolation) num andamento que define o ritmo para o resto da música. Em seguida, os vocais entram em cena por parte do frontman e também baixista Ross Dolan, que vale frisar, tem alguns dos melhores e mais bem executados guturais do estilo há décadas. O cara urra como poucos ao mesmo tempo que é compreensível o que ele diz, sendo possível até entender sem acompanhar as letras no encarte, algo que nem sempre é possível para um vocalista de Death Metal. A letra dessa música, e conforme o disco vai seguindo, dispara veneno e ódio pela religião (claro que não da mesma forma que o Deicide) com Dolan fazendo um excelente trabalho em transmitir o desgosto da banda. Basta conferir a letra: “How can you glorify and praise/ One so weak, imperfect and insane/ The magnitude of his madness is so clear/ In the eyes of the herd that he keeps.”

Outra que vale destaque é “Father, You’re Not A Father”, focada em abordar os padres roubando a juventude e a inocência de crianças, apenas para se esconder atrás de seus colares e fingir que ainda são justos. É nessa faixa onde o ódio vociferado por Dolan é transmitido com maior intensidade. Repleta de riffs destruidores, segue parte da letra: “I hailed Mary… over and over again/ You’ve failed Mary/ You’ve raped Mary… over and over again”. Pode-se ouvir na voz de Dolan uma repulsa num nível maior de raiva.

“Close To A World Below” representa o que é o Immolation e sua valiosa contribuição para a música extrema, onde esses velhos de guerra sempre estão dispostos a mostrar como é que se faz. E isso é feito por quem realmente sabe fazer sem ter uma única mácula em sua discografia, e assim como nesse álbum não há nada que se possa descartar entre as faixas. Bandas como essa são daquelas que forçam a correr atrás de todos os seus lançamentos, e aqui está mais uma demonstração do porque disso, pois de fato é um dos grandes discos de Death Metal dos anos 2000, e talvez o melhor da banda. Pode não ser considerada do “primeiro escalão” do gênero e por incrível que pareça, é até negligenciada por não ter a fama de um Cannibal Corpse ou um Morbid Angel, mas a qualidade ímpar em sua própria fórmula de fazer música brutal, dita quem é o Immolation. Querendo ou não, fazem parte da elite do Death Metal.

“Didn’t you say Jesus was coming?”

Integrantes:

  • Ross Dolan (baixo e vocal)
  • Robert Vigna (guitarra)
  • Tom Wilkinson (guitarra)
  • Alex Hernandez (bateria)

Faixas:

Close To A World Below

  1. Higher Coward
  2. Father, You’re Not a Father
  3. Furthest from the Truth
  4. Fall from a High Place
  5. Unpardonable Sin
  6. Lost Passion
  7. Put My Hand in the Fire
  8. Close to a World Below

Redigido por Thiago de Menezes

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
221SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações