PUBLICIDADE

Clássico: Darkthrone – “A Blaze in the Northern Sky” (1992)

Enfim completados os 30 anos de uma das joias essenciais para o Metal extremo!

Há alguma declaração original ou reveladora a ser feita sobre o Darkthrone em “A Blaze in the Northern Sky”? Acho que não, mas como no último dia 2 de março foi aniversário de três décadas desse clássico, então vamos falar de sua importância no mundo do Metal.

   

Uma das principais qualidades que este lançamento tem é a bravura que Fenriz e seus comandados tinham na época para escrever, arranjar, gravar e entregar à Peaceville Records este álbum. Vale lembrar que naquela época, a gravadora esperava algo no estilo de “Soulside Journey” (1991), mas a banda adentrou ao Black Metal em sua forma mais fria, minimalista e cheia de ódio, com um valor de produção que era muito lo-fi e muito primitivo para o Death Metal. Por tudo isso, esse álbum e o Darkthrone como um todo ganharam um lugar na história do Metal.

“A Blaze…” define de uma forma contundente como o Black Metal deve ser, sendo que originalmente ele foi escrito como um álbum de Death Metal. Fenriz explicou muitas vezes como com sua bateria disfarçava os riffs de Death. A segunda onda do Black Metal estava em ascensão, sendo que é verdade que o Mayhem já havia lançado seu infame EP “Deathcrush” em 1987, e o Immortal estava trabalhando em seu “Diabolical Fullmoon Mysticism” também em 1992, assim como o Burzum com seu debut. Este pode ser chamado de um dos primeiros lançamentos odiosos, arrepiantes e devastadores desse subgênero que vieram da Noruega e deram origem à chamada segunda onda.

Claro que a produção é crua, mas todos os instrumentos são bastante audíveis e, dado o talento que essa banda tem, cada música tem sua própria identidade. Em outros lançamentos do tipo, pode-se ouvir o álbum inteiro como uma faixa, mas neste caso, Nocturno Culto fez um grande trabalho não só vocal mas também na construção dos riffs e Fenriz deu seu toque final e o resultado é de tirar o fôlego.

Essa é uma importante afirmação do cenário iniciado na Noruega no final dos anos 80 e início dos anos 90.

Um dos discos mais representativos desse cenário por sua qualidade transcendental!

Integrantes:

  • Nocturno Culto (vocal, guitarra)
  • Zephyrous (guitarra)
  • Fenriz (bateria, vocal)

Faixas:

  1. Kathaarian Life Code
  2. In the Shadow of the Horns
  3. Paragon Belial
  4. Where Cold Winds Blow
  5. A Blaze in the Northern Sky
  6. The Pagan Winter

Redigido por: Thiago de Menezes

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
195SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações