PUBLICIDADE

Cannibal Corpse: Corpsegrinder finalmente rebate as críticas de Chris Barnes, “o Death Metal nunca esteve melhor”

George “Corpsegrinder” Fisher, rebateu as recentes falas de Chris Barnes com relação à cena do Death Metal. Nas palavras de Barnes, ele “despreza o que gênero se tornou”.

   

Chris Barnes, que é ex-vocalista do Cannibal Corpse, deixou a banda em 1995, um ano após o lançamento de “The Bleeding” e formou o Six Feet Under. Recentemente, ele foi às suas redes sociais para dizer que viu o programa “A Death Metal Round Table” em 19 de janeiro apresentado por Staypuft Mallow, em que participou o atual vocalista do Cannibal Corpse, George “Corpsegrinder” Fisher, além de Trevor Strnad (The Black Dahlia Murder), Chase Mason (Gatecreeper) e Alex Jones (Undeath). Barnes disse:

“Isso foi feito cerca de uma semana atrás com os ‘top’ vocalistas de Death Metal”. Isso me deixou fisicamente doente. Eu desprezo o que esse gênero se tornou.”

Agora, em uma nova entrevista cedida à Elliot Fullam do Little Punk People, “Corpsegrinder”, que atualmente promove o seu primeiro álbum solo, falou sobre o atual cenário do Death Metal:

“‘Gatecreeper’ é muito legal. Eu assisti uma banda, a Frozen Soul, muito boa também. Há um monte de bandas surgindo agora. A cena é tão saudável como sempre foi, Está tão boa quanto sempre foi. Não está morta, Não é terrível, Estou orgulhoso da cena do Death Metal hoje. Estou tão orgulhoso disso e acho incrível. Acho que há muitas bandas ótimas.

Olha, vamos sair em turnê agora com o Revocation e o Whitechapel, duas bandas incríveis e ótimas. E a cena não poderia ser melhor. E qualquer um que pense o contrário, que se dane… tenho orgulho da cena Death, mas encorajo todos que não tenham a saírem dela.

Ouça as bandas antigas, é claro. Os antigos abriram o caminho. Vá ouvir Possessed, eles são a primeira banda de Death Metal. Vá ouvi-los! Ouça tudo do estilo. Ouça Kreator, que eu acho uma espécie de ponte, uma banda de Death-Thrash no início. Sem Kreator, não haveria Cannibal Corpse. Ouça essas bandas, e ouça, obviamente, todas as bandas clássicas antigas como Cannibal, Death, Obituary, Deicide, Morbid Angel, quero dizer, todas essas bandas. E hoje você tem as novas bandas, você tem Aeon, The Black Dahlia Murder, Dying Fetus e como eu disse, bandas mais novas. Gatecreeper já existe há algum tempo. Há muito Death Metal bom acontecendo. A cena nunca esteve melhor, e qualquer um que pense o contrário, sabe, apenas… não sei o que dizer para essas pessoas.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -