PUBLICIDADE

Baseado em Fatos: “Smoking Snakes” – Sabaton

No cenário do Heavy Metal, poucas bandas conseguem capturar a essência épica e a intensidade das histórias de guerra como o Sabaton.

   

Originários da Suécia, esses músicos não apenas tocam suas canções, eles respiram a paixão pelas batalhas e pelos heróis que moldaram a história.

A banda se distingue por sua dedicação a narrar, com precisão histórica e emoção crua, as façanhas de bravura e os sacrifícios feitos em nome da liberdade e da honra. Para o Sabaton, a música é mais do que uma expressão artística; é uma homenagem aos guerreiros de ontem e uma lembrança perpétua de que, em cada nota, vive a chama eterna do espírito humano em tempos de guerra.

Sendo assim, no “Baseado em Fatos” de hoje, vamos adentrar na Segunda Guerra Mundial através da homenagem do Sabaton aos nossos pracinhas, para relembrar a história dos três heróis brasileiros (Cobras Fumantes) com a canção “Smoking Snakes”, terceira faixa do sétimo álbum de estúdio do Sabaton, “Heroes”.

“Cobras Fumantes”

No turbilhão da Segunda Guerra Mundial, quando o mundo estava mergulhado em um conflito de proporções sem precedentes, um grupo de homens brasileiros se destacou por sua bravura e determinação, os “Cobras Fumantes”. Ademais, este nome peculiar e marcante surgiu da promessa irônica de que seria mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil enviar tropas para lutar na distante Europa. Porém, contrariando as expectativas, os pracinhas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) não só foram enviados ao front, como também se tornaram lendas vivas ao demonstrar um espírito indomável e uma coragem inesquecível. Esta é a história desses heróis improváveis, cuja jornada desde as terras tropicais até os campos de batalha italianos simboliza a resistência, o sacrifício e o orgulho nacional de um Brasil que, ao invés de sucumbir ao descrédito, fez a “cobra fumar”.

A Batalha de Montese e os três heróis brasileiros

A Batalha de Montese é uma das mais emblemáticas e significativas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial. Ocorreu entre 14 e 17 de abril de 1945, na pequena cidade italiana de Montese, na região da Emilia-Romagna.

Um grupo de 25 mil homens foi enviado do Brasil à Itália a partir de 2 de julho de 1944, para lutar ao lado dos Aliados contra as forças do Eixo integrados ao 5º Exército norte-americano.

Soldados brasileiros embarcam no RJ / Esta imagem é parte do Fundo Agência Nacional Série FOT Subsérie FEB

Inesperadamente, em meio à fumaça e ao estrondo das batalhas emergiram três figuras icônicas que representaram a essência da coragem e do sacrifício da Força Expedicionária Brasileira.

A saber, Geraldo Baêta da Cruz, de 28 anos, Geraldo Rodrigues de Souza, 26 anos, e Arlindo Lúcio da Silva, de 25 anos.

Atacados por tropas alemãs durante uma patrulha em Montese, na Itália, os três preferiram enfrentar a se render aos soldados nazistas. Eles resistiram bravamente até que suas munições se esgotassem e perderam suas vidas na batalha. Posteriormente, reconhecendo a coragem e a determinação dos soldados brasileiros, os próprios alemães trataram de enterrá-los e colocaram uma cruz junto aos seus túmulos com os seguintes dizeres: “três heróis brasileiros”.

“Smoking Snakes” e o encontro com o soldado brasileiro que lutou na Segunda Guerra Mundial

À época do lançamento do álbum “Heroes”, o baixista Pär Sundström, comentou sobre a música “Smoking Snakes” dessa forma:

“A primeira música composta foi “Smoking Snakes”, que soa terrivelmente ao estilo Sabaton. Quando foi escrita chegou o título “Heroes”. Na demo original, antes da letra, essa música se chamava “Heroes”. Foi uma música heróica.”

   

O vocalista Joakim Brodén refletiu sobre a canção:

“Adoro estabelecer limitações para mim mesmo. Quando fiz a música Smoking Snakes de Heroes, decidi que não tocaria no computador até ter composto a música inteira, e só posso usar um piano. Então isso a música foi escrita, do começo ao fim, apenas por mim no piano e então eu a sabatonizei, é claro.

“‘Smoking Snakes é super-Sabaton 1.01. Não há nada de inesperado nela, mas tem algumas das melhores melodias que o Sabaton já gravou. Mas devido ao fato de não haver nada de surpreendente nele, a música não recebeu a atenção que merece.”

Pär Sundström falou sobre um encontro que tiveram com um soldado brasileiro que esteve na Segunda Guerra Mundial quando a banda fez um show no Rio de Janeiro:

“Smoking Snakes, é sobre soldados brasileiros que lutaram na Segunda Guerra Mundial. Fomos para a América do Sul em turnê e um dos caras veio mesmo ao show. Tivemos a oportunidade de nos conhecer aquele velho soldado que não via mais. Mas ele tinha um humor super legal. O cara foi até o Hannes, nosso baterista, deu um tapinha no ombro dele e disse: “você não sobreviveria na guerra, você levaria um tiro imediatamente porque você é tão alto”. Na verdade, ele ficou durante todo o show e obviamente dedicamos a música a ele. Foi muito bom conhecer esse cara!

“Ele estava fazendo muitas piadas engraçadas, incluindo uma quando cutucou nosso vocalista, e ele estava cutucando-o na armadura de metal que ele usa no palco, e ele disse ‘isso não é à prova de balas, então você não pode sobreviver na guerra'”.

Joakim também relembra:

“Ele veio ao nosso show no Rio e teve que dirigir por três horas. Lembro muito bem porque aconteceu há alguns meses. Nos conhecemos nos bastidores antes do show. Conversamos por muito tempo. A certa altura ele diz: ‘Ok, tenho que me preparar para o seu show.’ Ficamos de queixo caído: ‘Você tem 93 anos, quer mesmo ficar para um show de metal? Vai ter muitos fãs brasileiros malucos!’ E o cara nos deu uma resposta que nos deixou perplexos: ‘Bem, já que eu consegui lidar com os nazistas, eu consigo lidar com alguns metaleiros também!’.

Confira a tradução de “Smoking Snakes”:

Lembramos, sem rendição
Heróis do nosso século

Três homens se mantiveram fortes e resistiram por muito tempo
Indo para a luta, para a morte que os espera
Louco ou corajoso, vai acabar na sepultura?
Como eles estão dando suas vidas como sua honra dita

Longe, longe de casa, para uma guerra
Combatido em solo estrangeiro e
Longe, longe de ser conhecido, conte sua história,
Sua história esquecida
Cobras Fumantes, eterna é sua vitória

Levantai-vos, do sangue dos vossos heróis
Vocês foram os únicos que se recusaram a se render
Os três, mais do que para fugir, sabem que a sua memória
será cantada por um século

Três levaram o golpe, enquanto impressionavam o inimigo
Jogando dados com suas vidas enquanto eles estão pagando o preço
Enviado para levantar o inferno, ouça o toque do sino
Está chamando por você, como a Wehrmacht idealizou.

Enviado ao exterior para ser lançado no fogo
Lutou por um propósito com orgulho e desejo
Sangue dos bravos que dariam para inspirar
Cobras Fumantes, sua memória vive

Confira a letra original:

We remember, no surrender
Heroes of our century

Three men stood strong and they held out for long
Going into the fight, to their death that awaits
Crazy or brave, will it end in the grave?
As they’re giving their lives as their honour dictates

Far, far from home, to a war
Fought on foreign soil and
Far, far from known, tell their tale,
Their forgotten story
Cobras Fumantes, eterna é sua vitória

Rise, from the blood of your heroes
You were the ones who refused to surrender
The three, rather die than to flee, know that your memory
will be sung for a century

Three took the blow, while impressing their foe
Throwing dice with their lives as they’re paying the price
Sent to raise hell, hear the toll of the bell
It is calling for you as the Wehrmacht devised

Sent overseas to be cast into fire
Fought for a purpose with pride and desire
Blood of the brave they would give to inspire
Cobras Fumantes, your memory lives

Observação: algumas informações sobre este evento histórico podem variar de acordo com as fontes.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -