PUBLICIDADE

Álbuns Injustiçados: Sodom – “Sodom” (2006)

O décimo primeiro full lenght do Sodom, que é homônimo, foi lançado no dia 21 de abril de 2006 pelo selo Steamhammer e produzido por Andy Brings. Pouco falam sobre ela, porém ele me agrada bastante.

Qual será a razão pela qual ele não se tornou tão relevante como outros?

Divulgação / “SODOM”

Só a canção de abertura já é fantástica. “Blood In Your Lips” é pesada, tem riffs matadores e variações dinâmicas que lhe dão uma atmosfera magnífica. Na sequência, “Wanted Dead” resgata o som mais Speed/Thrash Metal que costumamos a esperar do Sodom. Talvez ela deveria ter sido a faixa de abertura e “Blood In Your Lips” deveria ter vindo logo após? Não creio que isso seja problema. Destaco o trabalho de guitarra de Bernd Kost nessas duas primeiras músicas, nos riffs e nos solos.

   

“Sangue, sangue em seus lábios / Meça minha fé, venha morrer comigo / Sangue, sangue em seus lábios / Você está caindo em um sono impiedoso.”

Buried in the Justice Ground” tem uma pegada bem mais Heavy tradicional, porém é mantido toda intensidade impiedosa comum do power trio. Tom Angelripper tem uma interpretação vocal acima de qualquer crítica. Kost a enfeita com mais um lindo solo. “City Of God” está no meu top 10 de canções de Thrash Metal não só do Sodom, mas dentre todo o subgênero. Ela já me pega por seus riffs sedutores, depois as discretas variações rítmicas e o refrão que mais parece um grito de guerra. Ela não gruda apenas o refrão na mente, mas a música inteira.

“Rastejando profundamente em sua alma – uma vida que desaparece / Equilibrado à beira do desprezo por quem você vai orar / Terror sem piedade, mentes insanas e dilacerantes / Todas as guerras podem ser esquecidas quando a vida é tão cruel / Não tenha medo! Não fuja! / Seu passado foi dividido: o sacrifício do imperador
Os mortos tomarão o reinado abençoado pelas armas / Cidade de Deus! Cidade de Deus!!! / Não tenha medo! Não fuja! / Seu passado foi dividido: o sacrifício do imperador / Cidade de Deus!!! / Os mortos tomarão o reinado abençoado pelas armas / Cidade de Deus!!!”

“Bibles and Guns” é recheada de riffs e mescla alguns arranjos limpos de guitarra que lhe dão um toque especial dentro da obra. Não canso de elogiar os solos de guitarras, pois eles merecem e muito. “Axis Of Evil” é outra das canções que destaco no álbum. Ela tem uma cara de Thrash americano, por isso me remete a Slayer dos álbuns “South Of Heaven” e “Seasons In The Abyss”.

Meu trio de ferro do homônimo é: “Blood In Your Lips”, “City Of God” e “Axis Of Evil”.

Divulgação / SODOM

A pancadaria teutônica retorna completamente em “Lords of Depravity”, inclusive ela lembra as raízes do Sodom pré-clássicos “Persecution Mania” e “Agent Orange”, claro que com boa qualidade de gravação nessa oportunidade. “No Captures” resgata a pegada do início do trabalho, porém, Angelripper canta de forma mais agressiva a cada nova música. Bernd continua impondo sua excelência, talvez o seu estilo tenha obscurecido o full lenght. Será?

“Lay Down the Law” abre a trinca final com uma rifferama sensacional, só pra variar um pouco. A interpretação de Tom varia mais uma vez em comparação ao que ele faz costumeiramente, com partes narradas e um estilo diferente do seu usual. “Nothing to Regret” dá mais um passo para o final em uma canção rápida e certeira, mas mantendo a proposta do disco.

“Sodom” do Sodom encerra com “The Enemy Inside”, que tem uma introdução na qual se destaca o baterista Bobby Schottkowski. Uma linha pesada de baixo e mais pancadaria de Bobby introduzem efetivamente o vocal. Temos aqui um registro um tanto mais complexo do que os que a banda costuma apresentar.

Terá sido essa raZão de ser um disco sem relevância na discografia?

Se alguém ainda não ouviu o homônimo do Sodom, deve fazê-lo e se alguém ouviu e não gostou, de fazê-lo com muito mais atenção, pois é um ótimo disco.

Nota: 8,5

Integrantes:

  • Tom Angelripper (vocal, baixo)
  • Bernd “Bernemann” Kost (guitarra)
  • Bobby Schottkowski (bateria)

Faixas:

  1. Blood on Your Lips
  2. Wanted Dead”
  3. Buried in the Justice Ground
  4. City of God
  5. Bibles and Guns
  6. Axis of Evil
  7. Lords of Depravity
  8. No Captures
  9. Lay Down the Law
  10. Nothing to Regret
  11. The Enemy Inside

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

  1. É um excelente disco!!! Quem não conhece ou não gosta está sendo completamente injusto!!! Uma de várias obras primas já registradas pela banda . Excelente texto Sr. Ruiz. E como é de praxe Thrash alemão reina 😂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
195SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações